«

»

nov 30

Membro do PV Amazonas homenageia Bolsonaro e partido toma as providências devidas

O PV Diversidade tão logo soube do caso da homenagem a Bolsonaro feita por um deputado estadual do PV do Amazonas, encaminhou email pedindo explicações à executiva nacional. E ficamos satisfeitos pelo caso ter tido o retorno exigido.

Amazonas – Partido Verde instaura comissão de ética e pode expulsar deputado Platiny Soares

O Partido Verde (PV) instaurou um comissão de ética que pode levar à expulsão do deputado estadual Platiny Soares por conta da homenagem ao deputado federal Jair Bolsonaro (PP/RJ) proposta pelo parlamentar.
Em nota oficial, a legenda se manifestou contra a entrega da comenda ressaltando que Bolsonaro tem atitudes e proposta antidemocráticas, racistas, golpistas e contrárias a defesa do meio ambiente. Posições, que segundo o partido, são antagônicas a história e os princípios e fundamentos políticos da sigla.
A presidente estadual do PV, Eliane Ferreira afirmou que o deputado foi orientado a retirar a proposta. “Fomos surpreendidos com a matéria da homenagem. Ele vai receber a notificação para se defender. Mais de 30 de organizações já se manifestaram contra a entrega dessa medalha. Esse processo na comissão de ética pode resulta até em expulsão do partido”, disse Eliane.
Marcada para o próximo dia 10 de dezembro, a homenagem a Bolsonaro, conhecido no cenário nacional por suas posições de intolerância racial, homofóbicas e de violência contra a mulher, causou polêmica entre os deputados estaduais, foi criticada na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e tem sido repudiada por organizações de defesa dos direitos humanos e constitucionais.
A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) emitiu nota de repúdio à proposta de Platiny. Afirmou que a homenagem aprovada pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) afronta e desrespeita o trabalho dos movimentos sociais. Ressaltou que o parlamentar é um conhecido defensor de torturadores da ditadura militar.
“Tal comenda deveria ser concedida apenas ao cidadão brasileiro que tenha se destacado por seus trabalhos de relevância pelo interesse da sociedade , qualidades estas não vislumbradas na pessoa homenageada por conta inclusive de suas incitações e posicionamentos homofóbicos e preconceituosos”, diz um trecho da nota da OAB/AM.
O representante do PV na CMM, vereador Everaldo Farias também apresentou moção de repúdio à proposta do colega de partido na ALE-AM.

IMG_2258

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 7 = catorze

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>